December 29, 2008

Fase dos medos

Ela: Ai, ai que vem um d'agão atrás de mim, mas não faz mal porque a minha mamã está aqui.

December 18, 2008

As coisas boas do Natal

Brinquedos

Não é irónico que quaisquer 10 euros comprem uma "malinha de médico" e que uma "caixa de supermercado" custe quase 30?

December 17, 2008

Uma em cada quarto, ou juntas?

Durante algum tempo tivémos dúvidas sobre pôr uma em cada quarto ou as duas no mesmo. (Se não tivéssemos um quarto a mais estes problemas não se punham e estava logo resolvido desde o início, ah pois!)

Os ciúmes eram muitos, de repente a irmã ía invadir também aquele território dela, o barulho à noite podia acordá-la, blá blá blá.

Afinal, foi ela que resolveu o problema e nos pediu para pormos a irmã no quarto. E lá percebemos que, apesar, e por causa dos ciúmes, o que ela queria mesmo era "controlar" a irmã (que assim não ficava com os pais quando ela se ía deitar) e que a companhia a ajuda nesta fase de medos.

Às vezes somos nós que complicamos o que é simples....

December 13, 2008

Bolt






Aviso já que não achei o filme nada de especial, mas como quem tem crianças vai ter de vê-lo mesmo, porque não aproveitam para ir ao Nimas?

Fui hoje, sábado à tarde, e só lá estavam meia dúzia de pessoas. Aposto que estava tudo nos shoppings. E sempre é uma maneira de salvar um cinema tão bom.

December 12, 2008

Ai que seca!

Mais um ano passa e mais um ano eu não entendo a loucura que esta cidade fica no Natal. É só trânsito, gente enlouquecida nas compras e eu enlouquecida porque só quero continuar com a minha vidinha e ir comprar o leitinho e as fraldas e que me deixem em paz.

December 11, 2008

Riscos ou Arte?















O NY Times mostra uma divertida ideia de decoração. Da próxima vez que os putos vos riscarem os sofás, pensem duas vezes ;) Vejam aqui.

P.S - Obrigada Prezado pela dica.

December 10, 2008

Splash!

Ela: Mãe, tu és tão linda!

Eu: (Completamente babada e emocinada)
Oh minha fofa, tu é que és maravilhosa e linda e a minha princesa!

(E a minha cabeça continuava, ai que fofa a minha filha, que valeu tudo a pena, que estar em casa tem estas recompensas. Eu sabia que um dia eu ía ter a prova. Que valeu mesmo a pena as noites que não tive de ficar a trabalhar nem a deixá-la numa escola sozinha com Auxiliares, à minha espera. Blá blá blá....)

Ela: Mãe, foi o papá que disse para eu dizer isto!

(E prontinho. Já perceberam o título deste post?
Vai mas é pôr-lhe o jantar na mesa que é para a aprenderes a não ser parva! ;)

December 9, 2008

Give me the moon

Fomos ao Corte Inglês, para tirarmos uma fotografia com o Pai Natal. Acto falhado porque ela nem quis chegar-se perto do velhote. (Não havia miúdo que estivesse contente por lá estar. Todos tinham medo :)

Conversa mais tarde:

Eu: Então, o que vais pedir ao Pai Natal?

Ela: Mãe, eu não gosto do Pai Natal, ele tem pêlos grandes na cara.

Eu: Mas ele é bonzinho. E podes sempre mandar uma carta, não precisas de ir falar com ele. Pedes 3 coisas e depois o Pai Natal traz uma.

Ela: Quero aquilo de desenhar das Prinxesas.

Eu: Ok e mais?

Ela: A Lua.

Eu: ?!?! Qual lua?

Ela: Aquela que está no xéu.

Ou sou optimista e acho que ela é "poética", ou sou pessimista e acho que se me pede a Lua aos dois anos, o que me irá pedir aos 15? :)

December 5, 2008

E por magia, o dinheiro voa da vossa carteira.










in, www.bluebus.com.br
Link
Depois das Princesas, Disney quer repetir o sucesso com as Fadas


A Disney quer um 2o sucesso no mesmo gênero das Princesas, desta vez com a linha Disney Fairies, que gira em torno de fadas e tem Sininho como eixo principal. Segundo noticia hoje no New York Times, essa nova linha ainda responde por vendas pequenas - USD 800 milhoes previstos para 2008, contra USD 4 bilhoes anuais gerados por Branca de Neve, Cinderela e outras Princesas.

Mas a Disney aposta em Sininho e lançou no inicio da semana o 1o de 4 DVDs sobre a personagem que chegarão ao mercado nos próximos 4 anos. A venda de produtos das 'fadas' começou há 3 anos, com um livro sobre Sininho, contando mais sobre ela do que é conhecido pelo publico que viu 'Peter Pan'.

O publico alvo da linha Disney Fairies sao as meninas de 4 a 8 anos, mas amplo do que a faixa de 2 a 5 que é dada como target das Princesas. 31/10 Blue Bus

December 4, 2008

"Laços"

Se não me emgano, esta curta metragem ganhou um prémio no Youtube e chegou ao Sundace Festival. Tenho-a guardada há séculos e só hoje é que consegui ver. Que bom ver uma coisa tão bonita logo de manhã.
(E a maldita da lágrima no olho que me está a vir cada vez mais facilmente....;)

December 3, 2008

Ía começar este texto com: "Correndo o risco de ser foleira"... mas não vale a pena.
É que não corro o risco, VOU ser completamente foleira: não há nada mais fofo que ver as minhas duas filhas às gargalhadas uma com a outra.

(Saquinhos de vómito para quem não é progenitor e acha que fazemos lobotomia a seguir ao parto. Paciência amigos.)

Mas é que é mesmo verdade. E é assim que começa um dos relacionamentos mais giros das nossas vidas, o ser irmão de alguém, o ter um irmão. Mesmo quando se dão mal, quando crescem e não gostam muito uns dos outros ou quando se adoram loucamente, é uma sensação muito boa. É um não estar sozinho. É alguém que nos conhece num contexto que mais ninguém conhece.

Como as experiências com irmãos cá em casa são para lá de boas, a hipótese de filho único eram quase nula. A proximidade de idades é que foi posta em causa, por mim, pelo menos nos últimos meses de exaustão. Mas vale muito a pena. Mesmo com as confusões, com os ciúmes e os stresses do costume, quando as vejo já a rir uma da outra faz-me querer acreditar que lhes demos uma das melhores coisas da vida.

December 2, 2008

DVD killed Cinema














Eu: Olha, explica lá à mãe como é o cinema?

Ela: Então nós entramos na sala, o Sr. põe o DVD e nós vemos.

November 28, 2008

Save the planet


Giros e fofinhos. Vejam os filminhos.
Aqui.

(Obrigada G. ;)

November 27, 2008

14!!!

Hoje falaram-me de um casal com 14 filhos. Por opção (religiosa, of course) e cheios de Euros obviamente. Alguém me pode explicar a lógica de ter 14 filhos? (Já que a teoria de que é para ajudar no campo não se adapta aos dias de hoje?)

Não estou a julgar, é mesmo curiosidade.

E já agora, alguém conhece um blog de uma mãe com 14 filhos? Gostava de conhecer...

November 25, 2008

Saias giras para princesas

A Piri-piri, como sempre tem umas saias de perder a cabeça. E eu sem tempo para lá ir. Quem puder que aproveite!

November 24, 2008

Caviar para bebés

Depois de meses com umas crostas na cara, e rios de Euros em cremes para peles atópicas, o Pediatra sugere a hipótese da alergia à proteína do leite de vaca.

Ok, vamos lá experimentar...

Depois de 7 farmácias lá encontro o leite. Nen tive tempo de suspirar de alívio por tê-lo encontrado porque me puseram a conta à frente: 23 euros por uma embalagem de 400 gr!

Não acho normal que um produto tão importante como o leite de um bebé chegue a estes preços.

Como estou pouco confiante na teoria do Pediatra ainda estou optimista, mas coitados dos pais que têm de dar isto sempre às crianças.

Deve sair mais barato alimentá-las a caviar!

November 21, 2008

Vi ali ao pé das Amoreiras e gostei...

Mind the gap

Ultimamente tenho andado mais de Metro. A proximidade da escola de uma estação veio aumentar a minha vontade de abandonar o carro (não é por questões ecológicas, lamento. É mesmo porque já não tenho sistema nervoso para andar 40 minutos à procura de um buraco para estacionar).

Como a minha filha acha que andar a pé é sinónimo de a mãe andar a pé e ela ao colo, resolvi levar o carrinho para ajudar.

E é nestas alturas que se vê como as coisas (mais uma!) não funcionam neste país. Elevadores para o Metro só existem em algumas estações, rampas nem pensar e depois têm a lata de pôr uma bilheteira especial para passarrem carrinhos e cadeiras de rodas?

Como é possível que a preocupação seja, que as cadeiras de rodas não cabem nas portas normais se, para lá chegar, é preciso descer 2 lanços enormes de escadas ?

Somos tão pobrezinhos... É a mesma história das lojas com 2 andares. São poucas as que têm elevadores. Mas aí tudo bem, é por uma causa mais capitalista. Não há, não se compra. Mau negócio para a empresa, melhor para nós. Agora num serviço público é uma vergonha.

Valha-nos o espírito Tuga que fez com que várias pessoas me tenham perguntado se precisava de ajuda.

November 19, 2008

Oops...

Em relação ao post do filme Johnson's: enganei-me no link que era suposto ir dar ao filme. Aqui fica. Sorry...

O sapo ganhou uma amiga













Por mero acaso encontrei este livro numa livraria e achei-lhe graça.

Depois de o ler, ainda achei mais graça. A história é muito engraçada e bem escrita (um verdeiro exercício de bem escrever, pois cada página não tem muito mais que 2 ou 3 frases) e as ilustrações são um mimo. Fiquei cheia de vontade de conhecer o resto da colecção.

Soube hoje, pela professora da minha filha, que é de um escritor infantil muito conhecido (dah! para mim) e que até lhes é recomendado nas faculdades.

Portanto recomendo também.

Mães retiram do ar campanha da Johnson & Johnson

in, Meios e Publicidade

19 de Novembro de 2008, por Filipe Pacheco

"A Johnson & Johnson foi obrigada a retirar do ar a campanha de promoção do medicamento Motrin, que referia o transporte de crianças com faixas a tiracolo como causador de dores nas costas das mulheres, sugerindo ainda como solução o uso do produto sugeria. A acção de comunicação foi para o ar nos Estados Unidos no fim-de-semana, mas acabou por ser retirada no domingo à noite, depois de algumas mães reagirem mal à campanha através do Twitter. O grupo pôs em causa a veracidade da mensagem e acusou a J&J de estar mal informada sobre o assunto. No site da Motrin foi colocado um pedido de desculpas assinado pela directora de marketing com a promessa que a campanha iria deixar de ser veiculada. "

Aqui o anúncio

Aqui um filme sobre as reacções

November 18, 2008

(Des)Trava língua

Ela: O rato roeu... a tampa da garrafa.

November 14, 2008

I don't need it, but I like it.


















Ora se estão com um desafogo na conta bancária (nos tempos que correm aposto que é a maioria ;) e gostam de deixar a casa mais bonita e de pôr as vossas criancinhas mais moderninhas aqui fica mais uma lojinha maravilhosa: Baby Details. Pena que é no Porto, mas vendem pela Internet que isto o pessoal do Norte não brinca em serviço.

November 13, 2008

Ajuda de Mãe

A Piri-piri está a colaborar com a Ajuda de Mãe e a recolher roupa de bebé até 1 ano.

Se tem roupa que já não precisa passe por lá. Elas agradecem.

November 11, 2008

Reborn Babies

No outro dia ouvi falar dos "Reborn Babies". Para quem como eu vivia num mundo mais ingénuo, os Reborn são bonecos em tudo iguais a bebés, que são comprados por pessoas (sim, adultos) que querem ter a experiência de ter um bebé mas sem as cólicas, choros etc, (ah e claro sentimentos) que um bebé normal tem.

Fiquei estarrecida. E quem os compra?

Gente que quer decidir se quer ter filhos !?!? É por ter um boneco que tem batimentos cardíacos que acha que vai descobrir se tem paciência para uma criança? Só por encomendá-los acho que a resposta já está dada.

Gente que tem filhos mas que tem saudades de um bebé e que acha que isso vai fortalecer os laços afectivos dos filhos. (Devo informar que a minha boca continua aberta de espanto.)

E mais gente que, pessoalmente, acho que tem um parafuso a menos.



Não tenho nada contra quem não quer ter filhos, não tenho nada contra quem quer ter filhos mas não

November 10, 2008

Cinesioterapia

Quando ouvirem falar que os vossos bebés precisam de Cinesioterapia, tomem um calmante antes de ir para a consulta, para não serem vocês a espancarem o terapeuta que está a espancar os vossos filhos....

November 6, 2008

Colorir Desenhos



Descobri este site. Para além de muuuuitos desenhos para imprimir e colorir, tem artigos interessantes sobre as crianças e o desenho.

TV provoca gravidez na adolescência

Aqui está um estudo que me parece um grande disparate. Vinha no DN de ontem.

November 5, 2008

K.O.

Só uma mulher para conseguir deixar outra K.O. logo no primeiro round. E nada melhor do que oa causa serem os ciúmes.

(Enquanto eu tratava da irmã)

Ela: Mamã...

Eu: Sim?

Ela: Não gosto de ti.

Yes We Can









Não sou propriamente uma pessoa politizada, mas acho que este dia é concerteza um dia histórico.

Nem é preciso concordar com tudo o que este Sr defende, nem é preciso gostar de política, nem é preciso estar informado, mas que é uma grande passo para a Humanidade que seja eleito um negro como Presidente Americano, é.

São dias como estes que nos fazem acreditar que afinal ainda há uma réstia de esperança neste mundo de loucos. Chamem-me ingénua....

O que é ser "Jovem"?

Logo de manhã e já nos estão a querer pôr para baixo. Eles não sabem que os 34 sãos os novos 28? ;)

in, "Meios e Publicidade"

"Estudo para a MTV diz que juventude vai até aos 34 anos

5 de Novembro de 2008, por Sofia Pires

A Viacom Brand Solutions, unidade de publicidade da MTV Networks, elaborou um estudo que concluiu a juventude corresponde às idades compreendidas entre os 16 e os 34 anos. Segundo o estudo, “a imagem juvenil já não é património exclusivo dos jovens” e que “o significado e a definição tradicional de juventude mudou”. Os resultados apontam para uma divisão da juventude em três grupos: o do descobrimento (16 a 19 anos), o da experimentação (20 a 24 anos) e a idade dourada (25 aos 34 anos), que corresponde aos jovens “mais felizes, seguros de si e economicamente independentes”, cita a Adlatina.
O estudo contou com uma amostra de 25 mil pessoas, com idades entre os 16 e 46 anos, de 19 países."

November 3, 2008

Aprica

Ora se vai ter um bebé pela primeira vez (sim, porque os pais de 2ª ou 3ª viagem não caiem nestas coisas) aqui está um tareco para gastar dinheiro. São originais mas parece que rondam os 1000 euros. Sorte vossa que cá em Portugal só se vende em Braga, que isto toda a gente sabe que é no Norte que está o dinheiro ;)

October 30, 2008

Dói Dói Trim Trim

Ontem tive de ligar para o Dói Dói Trim Trim (que agora se chama Serviço Nacional de Saúde ou qualquer coisa do género)

Fui esclarecida rapidamente, bem tratada e recomendo em caso de dúvida ou aflição aí em casa. (Pena que o Sr falava tão depressa, foi um teste de concentração para mim ;)

Estão disponíveis 24 horas por dia e o número é 808 242 400.

October 29, 2008

IRS

Para quem não sabe, aqui fica: podemos pôr nas contas do IRS as facturas das fraldas e do leite em pó.

October 28, 2008

Educação auditiva

Eu: J. não grites s.f.f.

Ela: Mas eu só queria dizer uma coisa!

Eu: E podes, mas não precisas gritar. Dizes o que quiseres, mas mais baixo.

Ela: Mãe... és uma chata.

Pai: Ah?! Não se fala assim com a mãe... blá blá blá... pede desculpa.

Ela: Desculpa (sussurado)

!!!!!

Apsi em filme

Um filme da Apsi muito giro para chamar a atenção para um tema importante.

October 27, 2008

Diogo










Ah pois é. A Dora tem um primo, o Diogo (tradução de Diego vá-se lá saber porquê). Os espisódios do Diogo são semelhantes aos da Dora, com a diferença que ele salva animais bebés.

E claro, que o Diogo aqui em casa é adorado com igual ou maior devoção que a prima.

Por falar nela... vejam o estado da coitada depois de meses a ser "penteada".

October 26, 2008

Dora, a Exploradora

Quem tem filhos conhece-a, quem não tem não sabe a sorte que tem.













A Dora apareceu cá em casa há um ano e desde aí nunca mais saíu. Até passámos por fases em que é meio esquecida, mas depois as saudades são mais fortes.

A Dora foi criada nos EUA e destina-se a crianças até aos 4 anos. É uma menina Mexicana que entra em pequenas aventuras, juntamente com um macaco que a ajuda sempre. O truque dos episódios é serem "interactivos" e pedirem a constante colaboração dos piquenos. Para além de ensinarem pequenas palavras de Espanhol, lá, e Inglês, aqui.

A verdade é que a Dora é fofinha, lúdica e ensina os números, as cores e mais qualquer coisa. Mas eu estou FARTA dela!!

A Dora está-me de tal maneira entranhada no cérebro que, já por várias vezes, dando raspanetes na miúda a chamo de Dora!

Claro que depois, como se vai sabendo que a Princesa gosta da Dora, começam a chegar cá a casa mochilas, pijamas, livros, copos e mais não sei o quê da Dora. (E pensar que em tempos nos preocupávamos em comprar copos a condizer com a decoração...)

Como gosto de explorar os meus ódios, criei uma teoria que me parece perfeita. A Dora cresceu e tornou-se na Ugly Betty! Digam lá que não tenho razão?



E que venha o Carnaval!











Estes sapatos de "Sevilhana" chegaram cedo cá a casa mas já estão a ser um sucesso.

October 24, 2008

Menu da semana:

Amigdalite numa e reacção à Prevenar na outra.

Agora é assim: dois dias de escola e três em casa. Num mundo justo isto não daria direito a um desconto na mensalidade?

October 22, 2008

"Cocó na fralda"

Uma amiga indicou-me este blog (Cocó na fralda). Uma mãe que escreve muito bem. Vejam a óptima resposta que ela deu a alguém que fez um comentário maldoso a um post dela.

...

Desde que introduzi o biberon a seguir ao peito que tenho "outro" bebé em casa. A calma é constante e passam-se dias em que não se houve chorar. Isto para além de um alívio enorme (e sa esperança de reaver a minha saúde mental) faz-me sentir alguma culpa (ou não fosse eu uma mãe ;) por não ter despistado o incómodo dela mais cedo.

Tal como há quem se recuse a amamentar desde o primeiro minuto (e não julgo ninguém por isso) também há quem acredite que estaria a fazer o melhor amamentado, e esse é o meu caso.

Mas a verdade é que nem sempre funciona. Ou talvez funcione, mas são precisas medidas extremas, e pouco práticas, principalmente quando temos outra criança em casa a pedir atenção.

Pena esta culpa, ou a pressão que impomos a nós próprias...

October 14, 2008

É para isto que pago uma escola? ;)

Eu: Queres pôr esta coroa de princesa?

Ela: Não. Eu não sou pincesa eu sou maluca. Muita maluca!

October 13, 2008

Por esta eu não esperava...

Antes de continuar esta história que quase dá vergonha de contar, tenho de acrescentar em minha defesa que a minha filha está enorme e tem crescido a olhos vistos nos seus 3 meses de vida.

Depois de dias e dias com ela a chorar depois de comer e de o remédio para as cólicas só ter melhorado a situação um dia ou dois, eu começava a desesperar. Sempre que comia ela ficava a arrotar e a chorar, a arrotar e a chorar durante MUITO tempo. Horas da noite e do dia.

Como achei que já era alguma reacção ao meu leite resolvi dar-lhe leite em pó e... ficou radiante e contentinha.

Hoje, convencida que alguma coisa tipo alergia à proteína do leite ou coisa parecida nos estava a bater à porta liguei para o pediatra e explico a situação.

E... (o que vale é que estava sentada) ele diz-me com a maior naturalidade: ela tem fome.

Eu ainda me defendi dizendo que uma criança que está tão grande não passa fome e que os arrotos não costumam ser sinal de satisfação? Ele diz-me que mamar quando já não há leite faz engolir ar, daí os arrotos.

E assim se resolveu o mistério. Mamou e bebeu biberon a seguir e o resto do dia foi um paraíso como há muito não se via por aqui.

Nem sei se me envergonhe, mas acho que foi a única coisa que não me passou pela cabeça!

October 10, 2008

Dica Tosse











Acreditem se quiserem. Eu estava séptica confesso, mas com a minha filha funcionou. Se puserem Vic na planta do pé a tosse acalma. Tem dado um jeitão cá em casa ultimamente.

October 9, 2008

Dicas Amamentação










Estes "discos" vendem-se no Pingo Doce e no Continente (pelo menos que eu saiba). São quase quase quase iguais aos da Chicco (que considero dos melhores juntamente com os da Avent) e são MESMO metade do preço.

Dicas Cólicas

Quem já teve uma criança com cólicas sabe como é desesperante. É a primeira vez, provavelmente em muitas ao longo da vida, em que nos apetece fugir deles, mandá-los para longe ou ir comprar cigarros e nunca mais voltar.

Isto cá em casa funcionou com as cólicas:

No primeiro mês foi este. Parece que vem de Londres mas já há farmácias cá que já têm.













E o patinho com sementes de cereja que se aquecem no micro-ondas. (Obrigada C. ;)











Actualmente este está a resultar também. Tive direito a um dia de silêncio o que hoje em dia é um verdadeiro luxo.

October 7, 2008

1º Filho Vs 2º FIlho Parte II

Embora no segundo filho os pais já tenham um nível de descontracção e "sabedoria" que ajuda em muito, estão longe de estar totalmente preparados para esta nova criaturinha.

É que o que funciona para um não funciona necessariamente para outro. E até percebermos o que funciona com o novo rebento vamos tenho noites sem dormir, dias de cão e vontade de fugir para um SPA e nunca mais de lá sair.

Mas também se fossemos ter um filho exactamente igual ao primeiro não tinha muito graça não é?

October 6, 2008

Enquanto a irmã exercita os pulmões com berros

Eu: J!!! Eu já não te disse que não é para escrever no chão!

Ela: Mãe mas eu só estava a desenhar o fundo do mar!

October 1, 2008

1º Filho Vs 2º FIlho

Diferenças quando se tem o 1º filho ou o 2º filho.

BEBÉ CHORA

No 1º Filho:
"O que será? Cólicas? Fome?"
"Deixa estar que eu pego"

No 2º Filho:
"Olha está a chorar..."


BEBÉ TEM FOME

No 1º Filho:
"Pára o carro!"
"Temos de lhe dar de comer!"

No 2º Filho:
"Quando puderes vamos ter de parar."
"Já estamos quase a chegar..."


BEBÉ TOMA BANHO

No 1º Filho:

"Está na hora do banho!"
"Deviamos ir para casa?"

No 2º Filho:
"Hi.... não lhe demos banho hoje"
"Mas também, com a irmã a fazer uma birra como é que era possível? Toma amanhã"

September 29, 2008

Avós

Há vários tipos de Avós. Os que cumprem e fazem cumprir as regras que os Pais impuseram (penso que não serão a maioria) e depois há os que, embora também carinhosos e preocupados, gostam de fazer (todas) as vontades aos netos.

Como mãe consigo perceber isso. Eles já foram Pais e agora querem aproveitar aquela criança sem o monte de preocupações que criar uma criança implica. E sortudos das crianças que têm Avós destes. Mas COITADOS dos Pais.

Acho que não há rebento que se preze que não se torne num verdadeiro pestinha ao pé dos Avós. Principalmente se não convivem com estes todos os dias.

Sentem-se apoiados por uma claque que o/a venera, que acha graça a tudo o que ele/a faz e que até está disposto a defendê-lo/a mesmo que tenha deitado fogo à casa.

São eles que vão dar-lhes doces às escondidas, que não resistem a um beicinho ou a uma frase mais fofinha quando lhes estão a pedir bolachas pela milésima vez no dia.

E são eles mesmo que deixam os Pais com os nervos estraçalhados. Porque embora saibamos que a relação dos nossos filhos com os Avós é tão boa e necessária, sabemos também que isso implica horas de "rehab" dos pequenos, que têm de voltar à normalidade, sem doces a toda a hora e com regras para cumprir.

Não sou a única, pois não? :)

September 26, 2008

Questão filosófica

Porque é que eu não páro um minuto durante o dia e páro poucos durante a noite e a minha barriga não desaparece?

September 24, 2008

Colecção Outono Inverno

A Piri-piri como sempre tem roupas girissimas para os "piquenos". Eu namorei uma saia com uns cogumelos e ainda não a fui buscar. Vejam aqui as novidades.

September 23, 2008

Dodot

A Dodot mandou-me um mail sobre medidas para prevenir acidentes. Aqui fica:

PREVENÇÃO CONTRA INTOXICAÇÃO

Nos últimos 20 anos, uma das maiores melhorias na saúde e na segurança das crianças foi uma maior prevenção de acidentes de intoxicação. Seguem-se algumas ideias para ajudar a sua família a tornar a casa mais segura:

* Mantenha todos os remédios em frascos à prova de crianças. Verifique os remédios das pessoas que os visitam para se certificar de que também se encontram em frascos à prova de crianças.

* Isole os suplementos dietéticos e as vitaminas dos adultos. Estes podem ser muito perigosos para as crianças. Não os partilhe, nem intencional nem acidentalmente.

* Nunca se refira a um remédio como se fosse um rebuçado. Os rebuçados são para mostrar; os remédios não o são. Tenha especialmente cuidado com os comprimidos de ferro, pois estes parecem - e inicialmente sabem a - rebuçados. Ingerir demasiado ferro pode ser fatal.

* Coloque todos os produtos de limpeza num armário fechado. Debaixo da banca não é um bom lugar numa casa com crianças pequenas.

* A área da garagem e da oficina deverá ser proibida aos seus filhos a não ser que estejam sob a supervisão directa e permanente de um adulto.

* Observe os produtos e os artigos que pessoas como os canalizadores, os electricistas, e outros, trazem para sua casa ou pátio como parte do trabalho deles.

* Mantenha as bebidas alcoólicas fechadas e faça sempre as limpezas depois de uma festa antes de se ir deitar para evitar que os seus festejantes madrugadores se metam em sarilhos. O álcool é um veneno para as crianças pequenas.

* Tenha cuidado quando comprar plantas para casa e para o jardim. Pergunte num garden-center conceituado quais as plantas que podem ser venenosas ou consulte o centro local de intoxicação. Desista da dedaleira para o jardim até que o seu filho seja mais velho e procure outra coisa que não um loendro para uma cerca.

* Tenha em mente que os cosméticos, especialmente os óleos e os produtos à base de álcool podem ser prejudiciais para crianças pequenas. Mantenha estes produtos num local elevado e fora do alcance e coloque os seus produtos de maquilhagem fora da vista dos pequenos imitadores.

Se suspeitar de uma intoxicação, telefone imediatamente para o pediatra ou para o centro de controlo de intoxicação. Mantenha o xarope de ipeca à mão, mas dê-o apenas se receber instruções nesse sentido. Dirija-se ao consultório ou à urgência conforme indicado. Leve consigo o frasco de remédio, a planta ou o produto químico em questão para uma identificação mais rápida e para um tratamento específico.

September 21, 2008

Gulbenkian










Este Verão a Gulbenkian voltou à iniciativa de fazer um "corredor" de toldos de tecido desenhados por vários artistas. Vale a pena ver e disfrutar do jardim.

September 19, 2008

Papinha

Dicas baratas para refeições infantis. A ideia até é gira, mas muitas receitas parecem um bocadinho americanizadas demais (ou seja, pouco saudáveis). Aqui.

September 18, 2008

Design para pais









Para quem ainda tem esperanças de ter uma casa com bom aspecto depois de ter filhos. Aqui fica uma ideia bem gira. (Cliquem na foto para verem mais)

September 16, 2008

What not to wear to the supermarket

Depois do post anterior resolvi pôr na prática o que tinha dito.

Uma ida ao supermercado era uma desculpa mais do que boa para vestir a melhor indumentária do momento (leia-se: calças pretas e blusa do mais bana,l ambas com anos de casa, abrilhantadas com uma blusa de amamentação H&M e uns sapatinhos de Cinderela comprados em pleno descontrolo hormonal da gravidez). E aqui vamos nós. "E hoje vais de "marsúpio" porque o carrinho não condiz com os meus sapatos".

Mal saí do carro já tinha um novo adereço: vomitado. É que comer e entrar num marsúpio apertadinho têm algumas incompatibilidades. "Mas não me vencem assim à primeira!"

Já que estava no shopping fui ter com uma das meninas que maquilham "for free" e disse: Olhe está a ver estas olheiras até aos joelhos? Tire-mas s.f.f e ensine-me como. (Isto sim é o grito do Ipiranga de uma mãe).

A simpática rapariga até as disfarçou e me convenceu a comprar os milagrosos produtos que usarei com a mesma frequência com que o Papa virá ao nosso país. E já que estava com a mão na massa acabou a maquilhar-me os olhos da maneira que, segundo ela, disfarçava melhor as olheiras (aqui fica a dica): pintar os olhos em tons escuros (leia-se: MUITO escuros como preto, dourado e castanhos). Giro até ficou, mas se eu fosse sair à noite.

Resumo: São 11 da manhã e uma sósia da Morticia Adams anda no supermercado, com uma criança a tiracolo e andar arrastado das 3 horas que dormiu nessa noite.

September 15, 2008

What not to wear

Gosto de ver aqueles programas em que uma pessoa que se veste muito mal é aconselhada por profissionais que lhe dão dicas para se tornar um bocadinho mais elegante. Gosto especialmente do "What not to wear", programa onde duas Inglesas giras e desbocadas dizem as coisas mais inimagináveis às participantes, com um sentido humor que só podia ser britânico.

Num desses programas participava um senhora que, como a maior parte, depois da maternidade perdeu o tempo/interesse para se arranjar e optava pelas coisas mais práticas/velhas/confortáveis para vestir. E este deve ser um dos erros mais comuns de quem tem filhos. O mais triste, é que a filha dela de uns 8 anos, dizia que a mãe parecia uma boneca de trapos. Imagino que a mãe tenha ficado tristíssima depois deste comentário, vinda de quem veio.

É por isso que não podemos descuidar desta área da nossa vida (é só mais uma para termos que conciliar com tudo o resto, não?). Nem é por uma questão de "moda", mas principalemente para quem tem filhas acho que é uma questão de exemplo. Não de elegância ou de vaidade, mas um exemplo de auto-estima que, juntamente com a independência, considero serem das coisas mais valiosas que podemos passar aos filhos.

E digo isto quando ainda nem me penteei hoje... ;)

September 12, 2008

Ridículo...

"Hoje de manhã vou aspirar, passar a ferro, arrumar os brinquedos espalhados pela casa e ir ao supermercado. Depois ainda vou até a um café, bebo um cappucino calmamente e leio o jornal...

(Choro) Já está na hora de mamar?

Se calhar não vai dar para aspirar... passo a ferro, arrumo e vou ao supermercado.

(Várias fraldas e arrotos depois)

Bem, o cafezinho ainda não é hoje. Pode ser que tenha forças para passar a ferro à noite (ahahahaha!).

Vamos ver o que é prioridade mesmo... Enquanto penso vou só tirar os brinquedos da sala e porque está quase na hora de dar de mamar outra vez.

(Várias fraldas e arrotos depois)

Ufa, só sobra tempo para ir mesmo ao supermercado antes de a ir buscar à escola...
Aaah! Escola! Está na hora.

E depois com duas é que não faço mesmo nada..."

September 9, 2008

Realmente há quem nasça para isto.

Há uns dias, tive que ir ao médico com a minha filha mais pequena. Foi um dia que, para variar, me obrigou a andar a correr de um lado para o outro. Primeiro com a mais velha, depois com a mais nova, quase sem almoçar, sempre com coisinhas para fazer. Ou seja, quando me sentei no consultório suspirei porque podia parar 5 minutos.

Foi aí que uma senhora muito simpática me começou a perguntar sobre a bébe e, conversa puxa conversa, a senhora diz-me que tem 4 filhos. É aí que no meio do meu desespero daquele dia digo:

- Mas por favor explique-me como é que faz quando um chora, o outro cai, o outro tem fome...como é que gere isso tudo?

E a senhora responde-me na maior das calmas que as coisas não são complicadas. Os filhos são um reflexo dos pais. Que se estamos calmos eles também estão. Que se estamos ansiosos eles também estão. (Até concordo com ela, mas nem sempre é tão linear, pois não?)

E, pedra de toque, a senhora diz-me que como teve os filhos de seguida que foi sempre mais fácil, porque era tudo ao mesmo tempo: as fraldas, as papas etc. E que quando o terceiro filho nasceu, a primeira tinha 2 anos !!!!!! (Isso é humanamente possível?)

E foi a altura que a chamaram para a consulta (não eu não estava no psiquiatra ;).
Foi assim que concluí que realmente HÁ quem nasça para ser mãe. Para os inatos, tudo é natural e simples. Para os outros, como eu, é uma maratona que vamos tentando superar.

E eu a pensar que era descontraída....

Paris Hilton vai à escola

Ela: Mãe, eu estive a brincar na escola com um bebé (boneco) e depois eu queria comprá-lo para levar para casa. Mas a professora não deixou.

September 7, 2008

Dois dias!

Dois dias (dois!) nas escola e já está ranhosa (coisa rarissíma por aqui até agora). Se tudo neste país fosse tão eficaz como os micróbios :)

September 5, 2008

1º dia de escola Parte III

Eu: O que é que almoçaste na escola?

Ela: Empadão. Mas eu não gostei daquele empadão.

Eu: Mas comeste?

Ela: Xim.


_____________________________

Ela: Mãe, obrigada por me levares à escola.

Eu: !!!!


A despedida hoje ainda não foi normal, embora não houvesse choro. Sempre pensei que fosse correr bem, mas tão bem não estava à espera. Ou será que o filme ainda não terminou?

September 4, 2008

1º dia de escola Parte II

Depois de meio dia de aperto no coração dos pais, filha aparece excitadissíma porque dormiu num colchão e bricou com bolinhas de sabão.

Isto pode ainda vir a correr mal, mas para primeiro dia está excelente.

1º dia de escola

Mãe de lágrima no olho
Pai tristíssimo

Filha entrou e nem olhou para trás :)

September 2, 2008

1+1 = Muito trabalho

Toda a gente diz que os filhos são todos diferentes. (Mas também qual era a lógica de ter um filho igual ao que já se tem em casa?)

Mas por alguma comodidade nós queremos sempre que os segundos filhos sejam parecidos com os primeiros nas coisas boas. E nem sempre são.

E isso dá um trabalho...

September 1, 2008

Errata

Já emendei no post abaixo a palavra "escassear" que tinha escrito de maneira vergonhosa. As poucas horas de sono e o cansaço acumulado começam a dar frutos (podres neste caso).

August 29, 2008

Amamentação





Estas férias tive a oportunidade de falar com uma Pediatra que se dedica ao esclarecimento e aconselhamento sobre a amamentação.

O estímulo à amamentação é cada vez menor por parte da sociedade e dos Pediatras. E há quem esteja a tentar reverter esta situação porque é favorável a todos.

Embora a minha experiência nesta área tenha sido sempre positiva e relativamente fácil, descobri que havia muita coisa que eu não sabia. Aqui ficam umas coisinhas:

A parte que é favorável ao bebé já toda a gente sabe. Mas não é só. Para a mãe também existem vantagens, nomeadamente no combate à osteoporose.

Ao contrário do que sempre ouvi, deve dar-se de mamar de uma só mama de cada vez e o tempo que o bebé quiser. Só assim o bebé poderá beber até ao fim e usufruir de todas as vantagens e vitaminas que fazem parte do leite.

Desta forma ele ficará também mais satisfeito e assim também fará intervalos maiores entre as suas refeições. (Claro que esperar quase meia hora que o bebé acabe enquanto o irmão mais velho destrói a casa nem sempre é fácil. Perdão... nunca é fácil. Mas connosco deu um resultadão)

Uma boa postura da mãe e uma "pega" correcta do mamilo evita que o peito fique dorido. Para mais informações vejam aqui

Se o leite começar a escassear deve tirar-se o dia exclusivamente para o bebé, pegá-lo ao colo pondo-o em contacto com a nossa pele e ir dando de mamar sempre que ele pedir. O estímulo provocado aumentará a produção. (Este truque da pele com pele funciona também em dias de especial choro. Comprovei e também deu um resultadão. A proximidade da mãe, do cheiro e dos batimentos cardíacos deixa-os muito relaxados).

Se quiserem saber mais perguntem que eu depois encaminho-vos para ela.

August 28, 2008

Regresso ao Passado

Depois de uns dias de muito sol, pouco trânsito e muito espaço para brincadeiras lá estamos de volta. O regresso das férias (mesmo que minis) nunca são fáceis.

August 22, 2008

Menu Out

Na Time Out desta semana, para além de um artigo com várias ideias para actividades para fazer este Verão com os mais pequenos, vem ainda um artigo sobre os Menús Infantis,aqui que começam a ser habituais em todos os restaurantes.

Embora haja algumas farpas no texto sobre o comportamento das crianças e a óbvia, segundo ele, culpa dos pais (como eu tenho aprendido o contrário...) que me fazem discordar de muita coisa que li, tenho de concordar com o seu tema principal: Porque é que vamos escolher um menú infantil num restaurante, nomeadamente num restaurante de pizzas ou de bifes?

A ideia não é que as crianças aprendam a comer e, digo eu, a saborear boa comida?

Claro que nem todos comem bem e que os pais quando vão ao restaurante é para usufruirem de uns momentos calmos (ilusão) com boa comida e sem grandes trabalhos, eu percebo.
Mas que ele tem alguma razão tem...

Jei Lôe

Mais uma celebridade. Desculpem estar a repetir-me, mas combinando a leitura de Verão com a minha fraca capacidade intelectual actual os temas andam um bocadinho para o parvinho.

Não é que a Jay-Lo (não sei porquê o nome assim parece de detergente. Eh, eh...) resolveu começar a treinar para o Triatlo? Diz que teve a ideia quando estava grávida de 8 meses.

Ora toda a gente sabe que qualquer ideia que se tenha com 8 meses de gravidez deve ser revista passados uns meses do parto!

E mais, (o que me irritou profundamente tenho a dizer, já que adormeço cedíssimo e exausta todas a noites) é que se ela estivesse a cuidar dos seus 2 gémeos não teria energia para se meter numa coisa destas. Verdade? Que irritante!

August 21, 2008

Oh mon Dieu!

Os franceses proibiram programas infantis na TV para crianças com menos de 3 anos. Aqui.
Parece-me que os franceses do alto do seu snobismo europeu estão cada vez mais parecidos com os conservadores americanos.

Babies Fashion

Isto de ter filhos está na moda mesmo. Agora é o Ricky Martin que decidiu ser pai, e teve gémeos aqui. Pormenor: Recorreu a uma barriga de aluguer.

Ora um rapaz com aquele aspecto precisa pagar para ter filhos? Já estou a ver os vossos sorrisos irónicos ao pensarem nas razões para isto.

August 20, 2008

Videogames

No DN de hoje, aqui, vem uma notícia sobre como os jogos electrónicos são positivos para o desenvolvimento das crianças e para a sua aprendizagem. Se pensarmos um bocadinho também chegamos lá. Acho que só tentaram provar o que muita gente insiste em ver como o bicho mau dos brinquedos actuais.

Tal como o resto do mundo, os brinquedos também evoluiram e é isso que temos de aceitar.

Os jogos ajudam a desenvolver o raciocínio, a treinar a concentração e (porque também é um argumento e por vezes é esquecido) é uma forma de diversão. E como tudo deve ser usado com moderação.

August 19, 2008

Shopping In The City

Pois é, milhões de mulheres correram a ver o "Sex and the city". Se toda a gente já previa isso então imaginem as marcas. E como não andam a brincar trataram de se fazer representar no filme da melhor maneira possível. É por isso que este ganhou o prémio no "Film Whore Award", aqui. Ou seja, o filme que mais se prostituiu perante as marcas e o product placement. Embora o nome não seja lisonjeador, antes prostituir-se assim com uns belos Manolo Blahnik ou uns trapinhos Prada do que outra maneira ;)

August 18, 2008

Muro da revolta











Estão a cuidar da minha irmã? Então tomem lá!

August 15, 2008

Sem tempo, mas por pouco tempo (ilusória esperança...)





Nesta altura em que tomo banho a correr, pôr creme hidratante é considerado um luxo. E são estes sabonetes que me salvam, porque são tão bons que a minha pele até dispensa o creme hidratante uma vez por outra.

August 14, 2008

"Quando eu nasci"









Ofereceram-nos este livro, que adorámos. É feito cá, com gente de cá e é bom saber.
Toda a colecção tem umas ilustrações fantásticas, algumas vencedoras de prémios até.A editora é a Planeta Tangerina. Vejam aqui, vale a pena.

August 13, 2008

Um whiskey sem gelo p.f.

A razão porque Deus inventou a amamentação foi para as mães não se tornarem alcoolicas...

August 12, 2008

Isto prova que estamos no bom caminho (?!)

Num momento de especial tédio da mais velha...

Eu: E que tal vestires as tuas asas de fada e fazer uma magia, Abacadabra?

Ela: E depois a mana desaparecia...

August 11, 2008

As coisas que tenho vindo a descobrir

- Que os filhos mais velhos dão mais trabalho durante o dia que os filhos mais novos, mas que durante a noite os filhos mais novos dão mais trabalho que os mais velhos.

- Que da primeira vez que fui mãe, graças ao cansaço , achei que tinha atingido o patamar mais baixo das minhas capacidades intelectuais. Mas...afinal não tinha. Os últimos dias têm sido prova disso.

- Que ter duas crianças em casa ainda é melhor que ter só uma

- Que da 1ª vez a nossa vida muda para sempre e que da 2ª vez muda outra vez para sempre.

August 5, 2008

Não digam não ao Não

Nos últimos tempos tenho vindo a descobrir que não contrariar a palavra "Não" do vocabulário da minha filha dá mais resultado que muitas palavras para tentar explicar porque é que se tem de fazer determinada coisa.

A palavra Não tem um significado pesado, definitivo. Aliás como é sua função. É por isso que funciona tão mal com alguém que está tão interessado em infrigir as regras e que soa tão mal quando usado por nós. Portanto agora deixo o Não para coisas realmente perigosas, para o resto uso muita paciência e imaginação (que é o que menos queremos usar quando dormimos tão pouco, mas ninguém disse que isto ía ser fácil ;)

Alguns exemplos:
Eu: Está na hora de ires dormir.
Ela: Não quero ir dormir.
Eu: Ok, mas queres ir para o quarto ao colo ou às cavalitas da mãe?
Ela: Às cavalitas!!


Eu: Não mexas aí que te magoas.
Ela: Mas eu estou só a ver!
Eu: Olha tive uma ideia muito gira. Vamos fazer um desenho para oferecer ao pai?
Ela: Siim!

Pena tenho de nem sempre ter paciência para dar a volta à questão... simplesmente porque estou cansada e me apetece dizer só: Não!

July 31, 2008

Umas têm outras não...

A autora de Harry Potter está a lançar novos livros (clique aqui), com uma boa dose de estratégia e marketing como as coisas devem ser feitas.
E pensar que a JR Rowling começou a escrever no tempo livre que tinha enquanto cuidava do seu bebé pequenino...

Não é a conta bancária que lhe invejo primeiro, é o tempo livre e a cabeça para escrever o Harry Potter....
O tempo rende tão pouco ultimamente...

July 23, 2008

Trabalhar em casa

No site da Dodot estava este artigo. Já há uns tempos que andava para falar disto. Como achei que aqui vem o mais importante, e o que tenho tentado fazer neste último ano e mei, resolvi transcrever:

in, Dodot.pt

Estabeleça uma rotina de "ida para o trabalho".

Mesmo que o seu "escritório" fique apenas na divisão mesmo ao lado, o facto de se vestir e sair para ir trabalhar ajuda a passar ao modo de trabalho. Seja o que for que a ajude a trocar de papel, pode funcionar, nem que seja fazer um pequeno passeio antes de entrar no seu gabinete ou até ir fazer um chá ou um café e abrir o correio electrónico a uma hora específica. Estas estratégias não só ajudam a fazer a transição da vida pessoal para a vida profissional, como também ajudam a família a saber quando está a trabalhar.
Estabeleça um horário exclusivo para o trabalho.

Crie o seu próprio espaço de trabalho.

Pode ser difícil a sua família compreender que você está a trabalhar e que não devem interromper, especialmente se o seu "escritório" for a mesa da cozinha. O facto de ter o seu próprio espaço ( idealmente com uma porta ou divisória que possa fechar), permite a todos saber facilmente quando você está a trabalhar.

Estabeleça um horário exclusivo para o trabalho.

Embora poucos felizardos possam fazer simultaneamente uma conferência telefónica, tratar das plantas e separar a roupa para lavar ao mesmo tempo, este tipo de tarefas múltiplas causa tensão à maior parte de nós. E, para além disso, lidar com uma criança activa em fase pré-escolar pode produzir um ruído de fundo imprevisível e distractivo quando está ao telefone com o seu chefe ou com um cliente. Reserve tempo só para o trabalho, sem distracções, de dia ou de noite. O seu chefe e os seus colegas gostarão de saber quando podem contar com a sua disponibilidade. E se você respeitar o seu tempo de trabalho, a sua família também o fará.

Estabeleça um horário exclusivo para os seus filhos.

Pelo facto de ter um horário de trabalho específico, não significa que tenha de ignorar os seus filhos durante o dia. Estabelecer um horário que lhe permita fazer intervalos e almoçar com os seus filhos pode realmente aumentar a sua criatividade e fará com que os seus filhos saibam que terão tempo para estar consigo o que contribuirá para que sejam mais pacientes quando precisar de trabalhar.

Quando o seu filho estiver doente, meta esse dia de baixa.

Uma criança que está doente, geralmente, quer e necessita de atenção. Se não puder tirar o dia inteiro, faça um intervalo adicional.

Distancie-se do trabalho quando tiver terminado.

Embora possa ser difícil resistir a verificar os faxes ou as mensagens telefónicas quando ouve o telefone tocar fora do horário de trabalho, ficará louca se não o fizer. Desligue o telefone quando deixar o seu escritório.

Seja flexível e não perca o sentido de humor.

A vida está cheia de mudanças e nada é previsível. Pense na vida como se fosse jazz: seguem-se as mudanças de tom e o resto é improvisação. Trabalhar em casa não é uma panaceia, mas quando consegue rir-se das situações difíceis e arranjar soluções para enfrentar os desafios diários, isso pode oferecer um excelente conjunto de opções para famílias que trabalham e têm crianças pequenas.

Nina Sazer O´Donnell, L. Ed., é Vice-Presidente e Directora da Community-Life Team no Families and Work Institute. Trabalha em nome da Early Childhood Public Engagement Campaign, uma campanha do Families and Work Institute destinada a tornar o público mais consciente dos três primeiros anos de vida das criança

July 22, 2008

Coisas que já me tinha esquecido :)

- Como é bom segurar num recém-nascido ao colo
- Como eles cheiram tão bem
- Como nos apaixonamos incondicionalmente por aquele ser tão pequenino

- Como é duro dormir mal (e pensar que nos meus 20's fazia directas e ainda ía trabalhar toda fresca. Parece que foi noutra vida que fui capaz de fazer isso)
- Como eles precisam de milhares de mudanças de fraldas durante o dia.
- Como amamentar pode ser muito bom e terrivelmente mau ao mesmo tempo

- Como é tão bom voltar a vestir as nossas calças.
- Como dá vontade de comprar roupa para esquecer as tendas pré-mamã que tivémos de usar, mas como ainda estamos condicionadas por uns quilinhos a mais e uns decotes para amamentação.
- Como nem temos força para sorrir perante a felicidade, tal é o cansaço.
- Como é dificil não ficar esquecida

Como somos interrompidos em tudo o resto que estamos a fazer (escrever num blog, por exemplo) por um choro de fome....

July 18, 2008

Já chegou a cegonha :)










E pronto, já está.
Agora somos 4 cá em casa. É engraçado como sendo tão diferente do que era antes, ao mesmo tempo parece normal. Deve ser mais uma das razões de esperarmos 9 meses: vamo-nos habituando à ideia.

A reacção da irmã mais velha está a ser melhor do que esperada. (As dicas da outra mamã são mesmo boas), mas aí também contaram os 9 meses de "lavagem cerebral" que lhe fiz sobre as enormes vantagens de se ter uma mana.

A futuros pais de dois, não caiam na conversa de: eles são muito pequeninos e não percebem. Eles percebem tudo, mesmo que mais devagar, portanto há que explicar-lhes e prepará-los. Até nós precisamos de preparação, quanto mais eles. Claro que depois é só rezar para que corra tudo pelo melhor (que nem sempre acontece) e que eles fiquem felizes por terem mais uma pessoa em casa.

July 11, 2008

E agora que o momento se aproxima...

Um desenho do Perdido de quando dei a novidade.










E um de como ele acha que vai ser a próxima.... :)

Presente para a mana

Seguindo as dicas deixadas neste pela Outra Mãe, lá fomos hoje comprar um presente para a bebé. Quem via a alegria não podia imaginar os dias de birras e gritos que temos tido sempre que temos de fazer qualquer coisa, seja ela o que for.

- Mãe, eu vou dar o presente à mana. E depois ela também me dá um e eu digo: Obrigada.
(Isto é o que se chama de diplomacia)

Ai, ai, dias longos nos esperam. Longos mas bons concerteza. Pelo menos quando as deitarmos à noite e conseguirmos respirar fundo antes de cairmos para o lado ;)

Wallpaper

Hoje chegou-me por mail este blog com papéis de parede originais. Vejam aqui

July 10, 2008

Volta de 180º

A saga das escolas não pára de me surpreender. Há dois dias, (portanto, já em Julho) foi-nos comunicado que a escola que era a nossa primeira opção desde sempre, tinha vaga para nós. Ainda estamos a tentar bem perceber como. A verdade é que havia uns amigos de uns conhecidos que iam dar uma forcinha mas nesta altura do campeonato já não havia esperança de espécie nenhuma. E como tudo na vida, as coisas aparecem quando não estamos à espera e quando já temos outros planos.

Entretanto já todos nos tinhamos apaixonado pela escola que, supostamente, ela iria frequentar. A selecção tinha sido feita com a maior transparência, sem amigos dos amigos, a qualidade e o empenho das pessoas da escola era notório e até já estávamos a fazer a adaptação.

Vacilámos muito na hora de tomar a decisão (eu pelo menos vacilei).
Mas uma das escolas é só até aos 5 anos, a outra vai ao 12º ano... Claro que jogámos pelo seguro. Sendo que o seguro não sabemos o que é. É uma escola maior, com fama de boa, mas onde temos menos contacto com os professores, com o dia-a-dia da escola...

Porque é que temos de tomar decisões a tão longo prazo na vida de pessoas tão pequeninas?

July 8, 2008

Grandes dicas

Grandes dicas que a "Outra mãe deu" no Comments do post abaixo. Obrigada :)

July 7, 2008

Aminhairmãestáachegarenãoestoufelizcomisso....

Ontem tive uma amostra do que vai ser o resto da minha vida.
(Isto quem tem mulheres em casa tem de se habituar a flutuações de humor, seja porque razão for).

Mau humor, cara deprimida, deitada com um ar de diva em dia de neura: "Eu quero colo da mamã! Não quero andar no chão". Ora tendo em conta o avançado estado da minha barriga isto é completamente impossível, como ela sabe. E claro, a invasão de remorsos e sentimento de culpa que tive não me fizeram sentir melhor.

Eu: Então, vamos fazer qualquer coisa? Queres fazer um bolo com a mãe? (Só isto costuma animá-la em 2 segundos)
Ela: Não...
(Resolvi jogar baixo.)
Eu: E se fossemos à rua comer um bolinho de chocolate?
Ela: Não... (Mau, mau... por esta é que eu não esperava.)
Eu: Então o que é que queres fazer?
Ela: (suspiro) Nada... (Caramba como eles são bons a manipular-nos!)

O que vale é que a ida à rua, um geladinho e muita correria com um amiguinho diluiram aquele ataque de ciumeira que começa agora a tomar proporções (assustadoramente) reais.
Ai... nem tenho bem noção do que me espera....

July 4, 2008










O meu nível de esquecimento anda tal que acho que vou ter de pendurar uns destes pela casa...

Oops... ontem não era 6ª.

July 3, 2008

6ª de shopping

Muuuito caro, mas giras. Aqui.

July 2, 2008

37 Semanas...

A paciência esgota-se...
Sinto-me um perú à espera do dia de Natal....

June 30, 2008

Dica

Quando forem pôr os vossos carros a lavar reparem se as cadeiras das crianças ficaram bem presas. Às vezes, sem querer, enquanto aspiram eles solta os cintos. No outro dia aconteceu-me isso. Por acaso reparei a tempo, mas é perigoso, porque com a cadeira solta qualquer travagem pequenina se torna grave.

June 27, 2008

Eu começo a apostar numa carreira na política...

(Idade: 2 anos e 3 meses)

Pai: Como é que se pedem os lápis.
Filha: Faz favor!
Pai: Mas diz lá a frase toda: Dá-me os lápis s.f.f
Filha: O papá é lindo!


Mãe: A mãe saíu e não te levou e tu sabes porquê.
FIlha: Estou de castigo.
Mãe: Sim, e sabes porque é que estás de castigo...
Filha: Mamã, estou tão feliz de teres voltado para casa.

June 26, 2008

Girls Secret

A Women Secret tem sempre umas colecções engraçadas para as mais pequeninas. De cuequinhas e roupa.
Esta já é da colecção passada. Mas a deste Verão, aqui, também é gira :)

Viva a máquina do chinês

Um muda fraldas num saquinho. Ofereceram-nos um da outra vez, usámos tanto que um dia o perdemos. Mas dava um jeitão, porque era molinho, e servia como manta nos dias de frio. Resolvi fazer um para esta nova filha com a minha mini-máquina de costura do chinês e o tecido de um pareo que estava à venda na Pareill Au Même (é que ainda é dificil encontrar tecidos giros sem ser na net) :)











Saco














Frente













Verso

June 25, 2008

Copo meio cheio ou meio vazio?

Sempre me achei optimista, sempre me disseram que era optimista, mas ultimamente o meu optimismo tem sido posto à prova de fora ridícula.

Faltam 2 semanas para a minha filha nascer e antes de ontem cai-me entulho de obras pela chaminé da cozinha e tranforma-me a a divisão e, claro o resto da casa, num cenário de guerra. Há coisas piores? Sim. É preciso é saúdinha? Sim, também. Mas um buraco no tecto do quarto já não chegava?

June 23, 2008

Para fãs de cinema e da Barbie*




*(Obrigada ao fã de cinema cá de casa que me deu esta dica ;)








Parece que os criadores da Barbie fazem mais do que escolher vestidos cor de rosa. Senão vejam:

http://www.omelete.com.br/game/100013331/Barbie_homenageia_Alfred_Hitchcock_.aspx


June 20, 2008

No sex in the city

Eu, tal como mais não sei quantas mil galinhas (sim, aqui merecemos o nome), fui ver o filme Sex and the City.

Já sabia que não ía encontrar uma pérola cinematográfica nem um candidato aos Óscares. Na verdade só queria uma horinha de boa disposição com roupa e sapatos giros. O pior é que a horinha que eu pretendia se transformou em 2 horas e meia (!!) de, sim, roupa e sapatos giros mas também de muita chatice.

A principal característica da série que era mostrar o "girl power" perdeu-se. Perdeu-se porque, como eles constataram, quando a vida da mulheres muda, casam e têm filhos, o tal do "power" começa a ser espezinhado pelas tarefas e problemas domésticos que vão surgindo no dia-a-dia. Ora isto parece um: conformem-se meninas, porque é assim mesmo, reduzam-se à vossa insiginificância. Confesso que fiquei um bocado chocada. Para ver isso, sentava-me em casa a assistir uma telenovela.

A função da série deveria ser exactamente dar-nos esperança, mostrar que as coisas podem ser diferentes, tal como fez durante anos na TV. Talvez me digam que isso seria irreal, porque assim houve um evolução real das personagens, mas não me conformo.

June 19, 2008

Já chegámos?










Para quem está a ir de férias, aqui ficam umas ideias para entreter os mais pequenos nas viagens.


Fui a casa da avó

Jogadores: 2 ou mais
Objectivo: Lembrar o maior número de coisas possível
Pode ser jogado: Carro, avião, etc.

O 1º jogador começa a dizer: Fui a casa da avó e no meu saco levei uma... maçã.

O jogador seguinte tem de repetir a frase e adicionar mais um item e assim sucessivamente.

O jogador que se enganar primeiro na frase toda sai do jogo. Ganha o que acertar sempre.


Cores do carro

Jogadores: 2 ou mais
Objectivo: Acertar nas cores
Pode ser jogado: Carro

Cada jogador escolhe uma cor de carro que acha que vai ver mais.

Contam os carros que vêm na estrada da cor que cada um escolheu. O que tiver em mais carros da sua cor que ganha.

June 16, 2008

Qual Playstation qual quê!













Querem experiências alucinantes? Querem realidade? Não a procurem na Playstation nem no Home Cinema...
Quando eu achava que já me tinham acontecido os episódios históricos de cocós e birras, daqueles que um dia ía recordar a rir, eis senão quando este fim de semana descubro que, afinal, é possível chegar-se mais longe na... nem sei como lhe chame... experiência.

Desde ter de sair de um restaurante às pressas, tal era a gritaria da nossa maravilhosa criança (cena inédita para nós) até chegar à conclusão que a porcaria das fraldas fofinhas das princesas (que não são DODOT!!! Mea culpa que caí no golpe das princesas cor de rosa) não funcionam, e que ter de apanhar restos que não cabiam na fralda do chão da H&M não é o sonho de qualquer progenitor, tivémos de tudo.


June 12, 2008

Já começam as perguntas difíceis?!?

Estamos a ver a Cinderela em DVD:

Ela: Mamã, cadê a mãe da Ciderela?

Eu: (Silêncio) Não está, teve de sair....

June 11, 2008

1º dia de escola

Ando a viver o 1º dia de escola da minha filha com a mesma excitação com que vivi o meu 1º dia. Na altura adorei, mas também já tinha idade para perceber realmente o que se estava a passar. E a grande diferença dos meus dias foi que em vez de brincar na rua com os meus amigos, fomos todos brincar para aquele espaço dedicado a nós. Ou seja, choque inicial zero.

E cada vez mais estou a gostar da escola para onde vamos. Fomos informados que durante os primeiros sábados de Julho vai haver um programa de adaptação à escola para pais e filhos, para minorar o "choque" do primeiro dia para os filhos (e para os pais também claro).

São duas horas onde todos se vão conhecer: professores, alunos e pais. E onde se vão fazer actividades que divertem as crianças. Quando regressarem em Setembro, as crianças terão uma boa recordação daquele espaço e saberão que vão continuar as brincadeiras, só que desta vez sem os pais presentes.

Acho esta atitude muito inteligente. Para pais-galinha é ouro sobre azul e para os miúdos também me parece uma boa ideia.
E porque acho que qualquer criança gosta da escola, desde que passe lá um número de horas razoável.

June 6, 2008

Shopping para o fim da semana...

E porque hoje é sexta-feira, um bocadinho de shopping... ;)

As Piri-piri para além de roupa muito gira para a pequenada também têm um blog com dicas sempre ótimas. Vejam o texto (Vida com filhos: como simplificar) que elas acharam, com os conselhos de um pai com 6 filhos (ufa!). Com esta prole o senhor tem te ter alguma autoridade :)

E depois, para as mães mais "fashionistas" uma Kelly Bag para todos os bolsos (feita de papel. É só imprimir ;). Aqui. Até podem pedir ajuda às vossas crianças para as colagens. Uma ideia muito gira da Hermés para as suas famosas malas que fazem a loucura de tantas mulheres pelo mundo.

O que é uma Kelly Bag? Perguntam os menos fúteis.

É uma mala, desenhada pelo próprio Hérmes, em 1935, quando uma cantora francesa (cujo nome não consegui descobrir) lhe pediu que fizesse uma mala gira para ela, mas onde pudesse levar os tarecos todos da filha pequena. Até hoje é um dos modelos mais desejados no mundo e há filas de espera de 2 anos para se ter uma mala daquelas. Para quem tem tempo e one f.... milion dollars a mais na conta bancária.

June 5, 2008

Dodot

Recebo uns mails da Dodot com alguns textos sobre crianças. Aqui ficam uns que achei interessantes.

ESTEJA ATENTA AO QUE O SEU FILHO DIZ...

Se o seu filho ouvir uma palavra grosseira ou um 'palavrão' e repetir, o melhor é não lhe prestar atenção. Qualquer coisa que faça pode incentivar essa conduta e isto também inclui a frase: 'Isso não se diz'. Apesar de ser difícil para si ouvir esse tipo de palavras essas palavras a saírem da boca do seu anjinho, se não reagir é provável que ele se esqueça do incidente.

Sugestão Rápida: Nunca dê ao seu filho a possibilidade de escolher, quando realmente esta não existe. Por exemplo, não lhe pergunte: 'Queres is para a cama agora?'. Em vez disso, tente dizer-lhe: 'São horas de ir dormir. Queres vestir o pijama vermelho ou o azul?', enquanto lhe mostra os dois. Proporcione-lhe escolhas reais quando for possível, mas não quando estas não existem. Se na realidade não existir uma alternativa, estará a criar confusão, frustração e uma luta de poder.


RELAÇÕES SOCIAIS

Além desta ser uma altura importante na vida do seu filho para começar a estabelecer relações sociais, você também deve estar em contacto com outros adultos. É a maneira ideal de você e o seu filho fazerem novas amizades. Estudos recentes afirmam que as crianças beneficiam do círculo social dos pais. Portanto, para seu próprio benefício e do seu filho, não perca o contacto com os seus amigos.

Nota: Quanto mais o seu filho conversar, mais sociável será. E quantas mais perguntas ele fizer, melhores serão as suas capacidades linguísticas. Responda ao que ele diz em vez de se dedicar a corrigir a gramática ou a forma como diz as coisas - deste modo, o seu filho interessar-se-á por conversar - e nunca se ria da linguagem dele. Evite estar sempre a dar-lhe ordens directas, pois estas não motivarão respostas orais por parte do seu filho.

June 4, 2008

Segurança Social

Hoje tive de ir à Segurança Social. O exercício que fiz para me distrais foi: ora há coisas piores do que ficar sentadinha nesta sala sem janelas com mais 150 pessoas. Sendo que 50 tossem cavernosamente, outras 20 têm outra doença qualquer, 10 são mães adolescentes (com mais cáries do que anos de vida), 10 têm um ar alegre porque vão pedir a reforma e mais umas quantas são grávidas mal humoradas com pensamentos que podem (e devem) ser chamados de discriminatórios sobre estar ali sentada...

June 2, 2008

Como o humor anda um bocadinho melhor, resolvi mudar a imagem.

Lápis rôxo

Depois de quase um ano a pintar com grande alegria e (algum) juízo, chega o dia em que vou dar com com uma boca completamente rôxa, cheia de lápis de cera... E assim fiquei a saber como seriam os dentes da minha filha se eu lhe desse tantos doces que ela ficasse cheia de cáries aos 2 anos de idade. É que o lápis de cera aderem aos dentes e como a cor escolhida para o repasto foi do mais adequado, era um espectáculo bonito de ser ver.

E depois de descobrir que o lanchinho tinha incluído 90% de um lápis e de ligar ao Pediatra, para descargo de consciência, ainda tive de ouvir piadinhas do senhor: "Não faz mal. Mas dê-lhe um lanchinho..." Pois, porque o mal dela era fome concerteza!

Então resolvi abolir os lápis castanhos da caixinha, que eram constantemente chamados de cor de chocolate (que isto mais vale prevenir).

Curisosamente roxos ainda há vários, não deve ser uma cor muito saborosa, porque nunca mais nenhum serviu de snack.

May 30, 2008

Stresses hormonais

Os meus instintos de nesting estão a ser completamente arrasados (melhor, atropelados por um camião gigantesco) pelas obras (involuntárias) aqui em casa.
Só quem já passou por esta fase sabe como é complicado para as minhas hormonas gerirem isto.

Toda a gente me pergunta. Mas a tua filha (2 anos) já percebeu que vai ter uma irmã? Ora vejamos:

- Assim que se falou em novo bebé que vinha a caminho começaram as birras monumentais. ("Deve ser coincidência.")

- Apesar de aparentemente estar felicíssima com a novidade e de não faltarem abraços e beijinhos na barriga, o mau comportamento tem vindo a ser proporcional ao tamanho da mesma. Numa altura em que a mãe está particularmente paciente, claro.
("Isto é uma fase normal em qualquer um.")

- Agora que já se fala que a mana está a chegar, começou a querer brincar aos bebés, i.e. ELA é o bebé e chora porque precisa de colo. E hoje virou-se para mim como se fosse mamar e disse que o bebé queria leite.
(!!)

Não sei porquê, mas acho que não só já percebeu como tem planos e estratégias já delineadas para quando vir o seu reinado invadido. Diria que a coisa para mim ainda nem começou...

Dia da Criança

O Dia da Criança aproxima-se. Hoje, em várias estações de Metro (sei que a do Saldanha é uma delas) estão a recolher brinquedos para depois seram oferecidos no domingo a crianças necessitadas.

Vão haver coisas para fazer em todo o lado: no shoppings (esperam que não seja essa a vossa opção), nos museus, e na Gulbenkian também vão haver actividades.

May 28, 2008

Mais uma....

Pois o que já se estranhava é que não fosse tudo culpa nossa. Já não basta os enjôos, as ciáticas, o cansaço, (o mau humor já repararam), agora mais uma coisinha para nos deixar com sentimentos de culpa.


Pedi ao meu amigo
Perdido que me fizesse uma imagem para que este post tivesse um layout mais interessante.

Correndo o risco de ser mal agradecida, acho que o desenho foi inspirado pelo meu mau humor ultimamente. A grávida está com um ar um bocadinho assustador. :)

May 15, 2008

Mã, Mamã

Bem vindos, o meu nome é Mã, Mamã.

Cá estamos nós outra vez. Terminei o meu outro blog num dia de falta de paciência. E quando a vizinhança é chata, às vezes precisamos mudar de casa. E foi o que fiz.

(Re)comecemos agora, mais grávida que antes, mais mal humorada que antes, mais esquecida que antes... Mas tudo bem, são só mais 2 meses :)